Convívio Anual de Natal da ARVM

 

Realizou-se no  dia 15 de Dezembro de 2013 o almoço de Natal para Sócios e Familiares da ARVM.

A exemplo do ano anterior, foi escolhido um curto itinerário, que nos  levou ás zonas de Sintra,  Cabo da Roca, Guincho, Cascais e Oeiras, num contributo para a salvaguarda e a valorização do património cultural e ambiental destas Regiões, utilizando, por amabilidade da Câmara Municipal de Loures, um dos seus autocarros.

Este Ano, tivemos como organizador desta deslocação Cultural, o nosso Colega e Sócio ,  professor Jorge Guimarães - CT1FKF.

- Partimos de Moscavide, as 9:00 horas, em direcção a Região de Sintra onde o Professor Jorge Guimarães nos explicou os   pormenores arquitetónicos dos monumentos locais.  

- A segunda paragem efectuou-se no Cabo da Roca, onde desfrutámos a paisagem magnifica sobre o Oceano Atlântico, e mais uma vez o Professor recordou a história da ponta mais ocidental do continente europeu, assim como do faro ali existente.

- Em seguida, partimos em direção a Oeiras, para o almoço convívio no Restaurante “Cantina da Bataria da Lage ”, pertencente á Associação de Comandos, onde  vivemos um excepcional clima de fraternidade, confraternização impar entre os sócios presentes e seu familiares.

- No fim da refeição e antes do champanhe correr, foram ditas palavras de circunstancia pelos Presidentes da Direcção CT1DL Francisco Gonçalves, que ao fazer um balanço das actividades da ARVM, exortou os sócios a uma maior aproximação e participação na vida associativa na ARVM.  Seguiram-se palavras do Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Jorge Cruz Galego- CT1ESA, que disse:

Minhas Senhoras,  meus Senhores, caros amigos.

Vou ser breve e pretendo que as minhas palavras cheguem aos Sócios que pelas suas razões não estão aqui connosco e, quem também saúdo.

Têm sido raras as oportunidades de me dirigir exclusivamente aos sócios e seus familiares, já que hoje e aqui, não estão acompanhantes mobilizados por outros interesses que não os nossos.

Já manifestei publicamente, no momento e na oportunidade, o meu desacordo pelo comportamento dos responsáveis que interromperam o ciclo de progresso e prestígio da ARVM.

Os tempos mudaram. Há motivos para acreditar que melhores dias virão em breve.

Apelo a todos os Sócios da ARVM que se mobilizem e mobilizem outros sócios, para a recuperação dos “ Dias Dourados” que fomos capazes de viver no passado.

A Protecção Civil Municipal e a Bolsa de Radioamadores não morreram, apesar de tudo, e nós continuamos a ser quem somos, capazes, competentes e voluntariosos.

Apelo à Direcção da ARVM, que estoicamente soube ultrapassar as dificuldades dos últimos anos, para obter junto das Entidades competentes os apoios possíveis, conscientes que estamos de que os tempos estão difíceis, e que podiam não sê-lo tanto se tivessem herdado melhores condições para apoiar todos quantos dedicam sacrifícios, dedicação e saber em prol da vida associativa.

Que o 2014 que se aproxima seja um ano de recuperação da actividade, do prestígio do respeito que merecemos.

Boas Festas e Bom Ano.

Jorge Cruz galego – CT1ESA

 

A Todos Boas  Festas e Feliz Ano de 2014

 

Para o ano teremos mais.

TOPO